Agronow lança app para agricultores e produtores rurais

App traz funcionalidades importantes para acompanhar processos das análises das áreas de interesse, como upload de fotos e visualização de todos os mapeamentos realizados

A Agronow, plataforma de mapeamento agrícola que estima, informa e projeta a produtividade agrícola em menos de um minuto, acaba de lançar seu aplicativo, voltado para agricultores e produtores rurais, com o objetivo de melhorar a comunicação e o acompanhamento do plantio. Com o novo app, os profissionais do campo terão acesso aos dados de toda a área de interesse, por meio de smartphones, de forma simples e completa.

A partir de agora, os usuários poderão visualizar na palma da mão toda a sua área de plantação, realizar e processar as análises, levantar dados do campo, tirar fotos e compor seu histórico. Tudo isso de forma prática e fácil, disponível online e offline.

“Estamos bastante otimistas com o nosso app. Com certeza esse lançamento irá levar a nossa plataforma para outro patamar. Como muitos dos nossos clientes já haviam nos cobrado, enxergamos que esse era o momento para melhorarmos o atendimento e criarmos um aplicativo completo e robusto, simples e de fácil acesso, que pudesse rodar sem falhar e, consequentemente, melhorar todo o nosso serviço”, explica Antônio Morelli, CEO da Agronow.

O app foi desenvolvido pela equipe da Agronow, é totalmente gratuito e está disponível para todos os usuários ativos da plataforma que possuem smartphone com sistema Android, inicialmente. O serviço é pago com uma assinatura mensal de R$19,90 e apenas R$1,00 pelo hectare processado, permitindo que o agricultor opte em analisar os dados via site ou aplicativo.

Atualmente, a startup possui mais de mil usuários na plataforma e espera que com o lançamento do app consiga atingir mais de dois mil usuários. Até o final do ano a marca pretende expandir sua atuação para América Latina, aumentar as instalações para o crescimento da equipe, alcançar o número de cinco mil usuários já integrados com o app e se tornar referência em mapeamentos por meio de imagens de satélite na agricultura.