CompareComparando...

Secador SRE-150: melhor custo-benefício na produção de feijão

Entre os destaques do portfólio de soluções da Pinhalense Máquinas Agrícolas (referência mundial em tecnologia para processamento de café) está o secador SRE-150/Feijão. De acordo com a fabricante, trata-se de uma versão específica para essa cultura, sendo que as outras versões são menos eficientes quanto ao tempo de seca. O diferencial, segundo a Pinhalense, é a qualidade do produto, confeccionado em chapa COR 14 e, internamente, em chapa COR 12. É o único secador do mercado que retira até dois pontos de umidade por hora. O secador SRE-150 é rotativo. Isso gera um atrito grão a grão que ocasiona o polimento do produto. Essa condição oferece ao grão um aspecto melhor, visualmente mais atrativo, que faz diferença na hora da compra do consumidor no supermercado.

Em termos de tecnologia, o secador SRE-150 foi desenvolvido com silo superior que pode receber uma injeção de ar quente. Os ventiladores são de alta performance, o que proporciona ao produtor uma qualidade de seca uniforme do produto, além de um tempo de seca menor. A tecnologia empregada no equipamento gera economia em energia elétrica e consumo de lenha, otimizando a colheita. Outro destaque é que o secador SRE-150 vem com alguns princípios de outras culturas, mas foi totalmente remodelado para a cultura do feijão. Por isso, entrega uma qualidade de seca superior com maior eficiência. A Pinhalense assegura que os secadores rotativos são projetados e desenvolvidos para atender às necessidades do produtor com maior custo-benefício.