Raízen conquista 12ª edição do prêmio Conservação e Reuso de Água da FIESP

A Raízen, companhia de energia do Brasil, conquistou recentemente o prêmio de Conservação e Reuso de Água da FIESP. A empresa concorreu na categoria médias e grandes empresas e venceu 191 outras concorrentes, ao total. Premiação visa homenagear e divulgar as boas práticas em gestão hídrica adotadas pelas indústrias.

Através do projeto ReduSa (REDução do USo da Água), implantado na safra 2015/2016, a Raízen foi pioneiro no setor sucroenergético e visaoua redução do consumo de água e redução de geração de efluentes. O projeto é um reflexo da preocupação da Raízen em adotar práticas sustentáveis para promover a conscientização do uso de recursos hídricos nas atividades indústrias.

“Esse prêmio é uma honra para a Raízen. Ele é mais uma demonstração de que atuamos de forma pioneira, sustentável, ética e na busca constante por inovação”, afirmou Ricardo Berni, diretor de Planejamento Integrado, Qualidade e Administrativo. “Esse é mais um exemplo de práticas inovadoras e de excelência operacional da Raízen, medidas essas que são nossos pilares e norteiam a companhia”, completou Berni.

A classificação geral se deu por uma somatória de pontos feita pela Comissão Julgadora, que avaliou ponderadamente diversos quesitos, como a otimização do uso de água, importância na conservação dos projetos e os programas para conscientização dos funcionários. O prêmio foi recebido por José Orlando Ferreira, gerente da Qualidade Integrada da companhia. “É um orgulho enorme receber de uma entidade como a FIESP o reconhecimento de que a Raízen está no caminho certo e contribuindo com a sociedade para a gestão hídrica”, destacou durante o evento.

Fonte: Raízen